Arquivos Moscas - Dedetizadora Pragfim BH

Descubra a melhor maneira de controlar as moscas-das-frutas

Algumas plantações de árvores frutíferas costumam sofrer bastante com a interferência das moscas-das-frutas, especialmente quando o foco do cultivo são as frutas cítricas. O resultado é um declínio na colheita e um grande prejuízo para o agricultor. Saiba agora como fazer o controle da mosca-da-fruta e se ver livre desse inseto.

Danos que as moscas causam

A mosca-da-fruta tem preferência por frutas cítricas e causa grandes estragos na plantação

Existem três tipos de moscas-da-fruta: a mosca do mediterrâneo, a mosca sul-americana e a mosca da mandioca. Elas possuem características distintas, mas têm como foco as plantas frutíferas. Em plantações atingidas por essa praga, a produção de frutas pode sofrer uma redução de até 50%.

As frutas que mais sofrem com a incidência de moscas são o mamão, citros, maçã, maracujá, nectarina, nêspera, pêra, acerola e ameixa. A exposição das frutas em ambiente sem proteção facilita a ação desses insetos, que danificam o alimento, tornando-o impróprio ao consumo.

O que se observa é que as frutas que ficam mais expostas à luz solar são mais suscetíveis à ação das moscas. Além disso, aqueles pomares que ficam perto dos cafezais também sofrem mais com a interferência da mosca do mediterrâneo. Depois que passa a safra do café, a mosca migra do cafezal para a plantação vizinha.

Veja a seguir os prejuízos que as moscas podem causar nas suas frutas.

Halo de coloração escura

Um sintoma muito característico da ação das moscas nas frutas é o surgimento de um halo, de cerca de 2 cm de diâmetro, que aparece ao redor do local onde a mosca pousou. A cor característica desse círculo já é sinal de que a casca está em estado de decomposição.

Se você percebe essa mancha em algumas das suas frutas, é sinal de que as moscas estão presentes na sua casa, ou no seu pomar, prejudicando os seus alimentos.

Apodrecimento da casca

Outro dano causado pelas moscas é o apodrecimento da casca. Depois que pousa em uma fruta, a mosca deposita os ovos. Surge o halo escuro em volta dessa área e, depois, a região começa a apodrecer, deixando essa região amolecida.

Essas são características muito comuns e presentes em frutas, mas muita gente não consegue associar essas falhas à atuação das moscas nesses alimentos.

Surgimento de larvas

As larvas surgem depois que a mosca põe os ovos na casca. Elas são responsáveis por formar o halo escuro demonstrando a deterioração da fruta. Chegando a esse estágio, fica claro que a fruta se tornou imprópria para o consumo.

A casca contaminada é um lugar propício para a instalação de alguns fungos e bactérias, completando o processo de destruição da fruta. As larvas consomem a polpa da fruta que acaba caindo do pé e impedindo a colheita da forma como o agricultor esperava.

Não são apenas os frutos maduros que sofrem com as moscas. Os frutos verdes também correm esse risco. Quando isso acontece, eles têm o seu tamanho reduzido pela metade, ou seja, não crescem como seria o esperado no caso de frutos saudáveis.

O que fazer para controlar?

Após ter a polpa consumida pelas larvas, os frutos caem do pé e se tornam inutilizados para consumo

A primeira alternativa pensada por quem deseja se ver livre das moscas é o uso de veneno. Mas essa não é a maneira mais viável, uma vez que o veneno também pode atingir tanto os frutos prejudicados quanto aqueles em boas condições, causando problemas de saúde no consumidor.

É interessante pensar em medidas mais simples, eficazes e saudáveis para reduzir a incidência das moscas. O uso de inseticidas é recomendado apenas em último caso, quando todas as alternativas testadas não surtiram efeito.

É possível fazer o controle das moscas das frutas com algumas armadilhas. No entanto, antes de realizar qualquer procedimento a fim de eliminar os insetos, é necessário fazer o monitoramento deles para verificar a presença, quantidade e tipos de frutos afetados. Há uma análise da atuação das moscas e, depois disso, é realizada a confecção da armadilha.

McPhail

O McPhail é uma estratégia comumente utilizada para fazer o controle das moscas-das-frutas. É uma armadilha produzida com material plástico, como as garrafas pets. Para atrair esses insetos, são utilizados alimentos que despertem interesse nas moscas para que elas possam chegar até a armadilha e serem capturadas.

Os principais alimentos utilizados são melaço de cana a 10%, proteína hidrolisada a 5%, suco de fruta, açúcar mascavo e vinagre de vinho. Entre essas opções, o alimento considerado mais eficiente é o melaço de cana.

Uma dica para garantir o processo de combate às moscas é misturar o melaço de cana à proteína hidrolisada, em uma proporção de 5% a 2,5%, respectivamente.

O alimento atrativo deve ser substituído a cada 15 dias, que é o tempo médio de duração que ele possui. Após esse período, a substância utilizada não tem mais o mesmo potencial.

A decomposição do alimento usado como atrativo pode acontecer em menos tempo, cerca de dez dias, mas é possível retardar esse processo de deterioração com a utilização do bórax entre 8,5% e 9%, um mineral muito fácil de ser encontrado e de ser manipulado.

Basta misturar o produto ao alimento até dissolver por completo. Assim, a mistura demora mais para se decompor e continua sendo uma ótima isca para atrair as moscas que infestam as suas frutas.

A média de captura dessa armadilha é de um adulto por dia, ou sete adultos por semana, desde que sejam tomadas todas as precauções aqui listadas.

Em relação aos frutos que ficaram inutilizados por conta das moscas, a melhor forma de dar fim a eles é ensacá-los e enterrá-los com, pelo menos, 30 cm de profundidade. Desta forma, outras moscas são impedidas de continuar sobrevoando o local e danificar as frutas que ainda estão saudáveis.

A armadilha de McPhail é um dos modelos mais utilizados para fazer o controle das moscas-das-frutas e manter o seu pomar protegido dessas pragas. Ela é uma estratégia que vale a pena ser utilizada antes de se recorrer ao uso de inseticidas. Envie seu comentário e tire as suas dúvidas.

× Fale no Whatsapp!