Como acabar completamente com as pulgas dos cachorros e do ambiente

Como acabar completamente com as pulgas dos cachorros e do ambiente

Nenhum animalzinho gosta de ter de estar com pulgas. Nossa responsabilidade como donos dos pets é dar um jeito de acabar com as pulgas dos cachorros. Afinal, elas podem causar lesões e reações alérgicas nos bichinhos e nas pessoas, além de quê, são muito incômodas.

Se o problema das pulgas não for resolvido logo, elas podem infestar todo o ambiente e até mesmo atacar humanos. Elas conseguem pular a até um metro de distância, alimentam-se de sangue e podem consumir em único dia o equivalente a cinco vezes o seu peso.

As pulgas são uma praga urbana e podem prejudicam a vida dos cachorros e de seus donos. Esses parasitas gostam de lugares quentes e com sombra, e por isso adoram ficar na pele do cachorro (podendo aparecer até mesmo em gatos ou coelhos), mordendo-o ocasionalmente e fazendo-o sentir coceira.

Na verdade, a coceira excessiva é o principal indicativo de que seu bichinho pode estar infestado de pulgas.

Como acabar com as pulgas do seu cão?

Se seu cachorro tem o costume de ficar no quintal com plantas ou de passear, é especialmente importante se atentar para a possibilidade de ele ter pulgas. Vale lembrar que esses parasitas não se encontram apenas nos quintais, mas também nas ruas, parques etc., e até mesmo nos outros animais que ele encontra na rua.

As pulgas são bem pequenas, e parecem pontinhos pretos caminhando sobre a pele do cachorro. São difíceis de tirar com os dedos, e por isso é preciso encontrar outras alternativas.

Fique atento e nunca negligencie a higiene do seu pet: dê banhos frequentemente (de preferência com xampu antipulgas), mantenha seus pelos escovados etc. Lave as caminhas, roupinhas e cobertores dos animais também, pois esses são lugares propícios à proliferação de pulgas.

Outra coisa legal a se fazer é levá-lo ao veterinário com frequência. Além de ter certeza de que a saúde do seu bichinho está bem, você ainda poderá ser informado se houver uma infestação de pulgas e saberá quão grave é a infestação. O veterinário também pode indicar o método de controle e erradicação de pulgas mais adequado para seu cachorro.

Em geral, recomenda-se o uso de antipulgas, que podem ser consumidos pelo pet por via oral, com frequência mensal ou trimestral. Também existem as coleiras antipulga, se desejar. O veterinário saberá apontar as melhores opções.

Existem também muitas alternativas naturais e caseiras que podem ser tão funcionais quanto os remédios, e muitas vezes são bem mais baratos e não contêm produtos tóxicos. Você poderá conhecer algumas dessas dicas naturais ao final dessa matéria.

Como acabar com as pulgas na casa?

Se você demorou demais para perceber que seu bichinho estava sofrendo com as pulgas, é bem possível que elas já tenham feito ninhos pela sua casa. Se isso de fato aconteceu, sua prioridade deve ser desinfetar o ambiente primeiro, e não o cachorro, porque, mesmo que ele se livre das pulgas, elas voltarão sempre, visto que ainda há várias delas na casa.

A primeira dica é sempre limpar muito bem sua casa, e o faça regularmente. Não espere que o ninho esteja instalado para começar a se preocupar com isso. A pulga gosta de lugares empoeirados, instalam-se nos vãos de carpetes e em costuras, nas cortinas e nos sofás, então uma boa faxina pode ajudar a controlar a infestação e a impedir que o problema aconteça.

Uma boa limpeza é essencial para impedir que as pulgas se instalem no ambiente, e também é a chave para erradicar essas pragas.

Em seguida, agora que tudo está limpo, procure jeitos de desinfetar o ambiente. Daremos dicas sobre isso mais adiante.

Lembre-se de que os ovos de pulgas podem ficar inativos por mais de um ano, protegendo a larva lá dentro enquanto isso. Se a desinfestação não for feita corretamente e sobrarem ovos, uma nova infestação pode acontecer devido à eclosão desses ovos inativos, então certifique-se de ter feito um bom trabalho.

Saiba onde está o foco da infestação

Mesmo que pareça haver pulgas em todos os lugares da casa (e provavelmente há mesmo), com certeza há um foco de proliferação em algum lugar, ou seja, o ninho das pulgas. Pulgas botam ovos em seus ninhos, e esses ovos transformam-se em larvas, que por sua vez se transformarão em novas pulgas.

O ninho é o principal problema na luta contra as pulgas, e é isso que impede que o cachorro se livre delas. O ninho pode estar em um tapete, sob o carpete etc. É preciso procurar e testar hipóteses.

É importante erradicar esse foco antes de desinfetar o resto da casa pelo mesmo motivo que é mais importante resolver o problema da casa antes do problema do cachorro: se o ninho continua ativo e produzindo novos parasitas, então não vai resolver nada apenas matar as pulgas que aparecem por aí.

8 remédios caseiros para acabar com as pulgas do cachorro e da casa

Se você já conseguiu identificar a origem da infestação de pulgas, agora só resta cuidar do seu amigo canino e erradicar os focos pela casa. Conheça alguns métodos eficazes para ajudá-lo:

Armadilha caseira para pulgas

Apesar do nome estranho, é um método bastante eficiente, e você pode prepará-lo em casa. Para isso, coloque um pouco de detergente líquido em um recipiente, como uma bacia ou uma panela, mas deixe raso o bastante para conseguir colocar um prato no meio do recipiente e acender uma vela.

As pulgas são atraídas pela luz e, quando pularem em direção à vela (elas não pulam no escuro), serão atraídas pela viscosidade do detergente, cairão na água e morrerão. Espalhe essas armadilhas durante a noite pelos cômodos da casa. Se a infestação for muito intensa, você deve repetir o processo por três ou quatro noites.

A viscosidade do detergente líquido prenderá as pulgas na armadilha.

Apenas tome cuidado para não causar um incêndio e para que crianças ou mesmo seu pet não se machuquem com a armadilha, ok?

Pulverizadores

É um spray feito com produtos naturais, e não faz mal para crianças ou para os animais da casa, porque não é tóxico. Você também pode prepará-lo em casa: para isso, tenha em mãos quatro litros de vinagre, dois litros de água, meio litro de suco natural de limão e, é claro, um pulverizador. Faça a misture e encha o pulverizador com ela.

Borrife o produto pela casa toda. A mistura é capaz de matar ovos e pulgas. Se a infestação for muito forte, borrife pela casa por uma semana.

Um pulverizador simples, ou simplesmente spray, pode ajudar a resolver seu problema.

Você também pode tentar uma mistura que usa um ramo de alecrim, um litro de água, suco de seis limões e quatro gotas de óleo essencial (100% natural) de gerânio ou de citronela. Misture tudo em água fervente, deixe essa mistura tampada por uma noite, e no dia seguinte é só coar e borrifar pela casa.

Solução de ácido bórico

O ácido bórico funciona como um agente de desidratação, o que ajuda a acabar com as pulgas, visto que uma profunda desidratação as mata facilmente.

O ácido bórico é bastante usado para matar insetos de forma geral.

Para isso, você precisa de ácido bórico (normalmente encontrado em flocos) e de um agitador. Coloque um pouco do produto ali dentro (2/3 do agitador será suficiente), agite bem e pronto.

Polvilhe o ácido bórico, em camadas finas (espalhando com uma escova, por exemplo) nos lugares onde desejar, mas lembre-se de tirar os outros objetos de perto, como bolsas, brinquedos etc.

O ácido bórico pode descolorir tecidos, então tenha isso nem mente se for usar essa técnica em estofados e afins.

Deixe o ácido agir por mais ou menos 24 horas e depois aspire. Aspire regularmente, pois ele continuará matando pulgas por mais algum tempo, especialmente se você colocá-lo sob tapetes e estofados. Lave-os depois de um mês.

Embora o ácido bórico não seja muito prejudicial para humanos, manuseie com cuidado e deixe longe do alcance de crianças e principalmente de animais, visto que o produto é tóxico para esses últimos. Não polvilhe ácido bórico onde a comida é preparada.
Se não quiser usar um produto tão agressivo, você pode optar por polvilhar sal fino por tapetes e pela casa em geral. Deixe agir por 24 horas.

A propósito, você sabia que manter a umidade de um ambiente abaixo de 50% por mais de dois dias pode ser muito eficaz para matar pulgas e larvas e impedir o desenvolvimento dos ovos?

Alecrim

Essa erva é muito boa para combater as pulgas, seja no ambiente ou no seu bichinho. Banhe seu cachorro usando água misturada com alecrim, e você verá bons resultados (não use essa técnica em gatos, pois eles podem ter reações alérgicas por causa da erva).

Você também pode comprar óleo essencial de alecrim (certifique-se de que é um produto puro) e passar algumas gotas no pescoço do seu cachorro por uma semana. Esses óleos são encontrados em lojas de produtos naturais.

O alecrim é uma arma poderosa para combater as pulgas.

Para obter um resultado ainda melhor, triture finamente e em partes iguais alecrim, hortelã, absinto, arruda e erva-doce. Polvilhe a mistura nos tapetes, carpetes e pela sua casa, especialmente nos focos de infestação.

Fumigação profissional

Se a situação estiver realmente muito ruim, pode ser uma boa ideia considerar a possibilidade de contratar uma empresa especializada para fazer a desinfestação da sua casa. Eles provavelmente não usarão produtos naturais e você terá que tomar cuidado com os venenos por algum tempo, mas será uma solução definitiva.

Se fumigação for mesmo sua última opção, um repelente eletrônico de pragas também pode ajudar a colocar a situação sob controle outra vez.

Xampu antipulgas

É um dos jeitos mais óbvios de resolver o problema, e é bem funcional. Você pode comprar um produto pronto nos pet-shops. Esses xampus prometem matar pulgas, larvas e acabar com os ovos. Alguns também ajudam contra a infestação de carrapatos, se for o caso.

Entretanto, se você não quiser ou não puder gastar dinheiro com isso, existem receitas para se fazer um xampu antipulgas caseiro. Eles funcionam tão bem quanto os produtos industrializados e ainda carregam consigo a vantagem de não terem produtos tóxicos em sua composição.

Essa, com certeza, é a opção mais saudável para seu pet.

Para isso, você vai precisar de: uma xícara de sabão neutro (sem cheiro, se possível, para peles sensíveis), uma xícara de vinagre de maçã, dez gotas de óleo essencial (100% puro) de hortelã-pimenta e um litro de água morna.

Misture tudo até ficar homogêneo e encha um tubo vazio de xampu com a mistura. Em seguida, dê banho normalmente no seu pet e deixe o xampu agir por cinco minutos. Pode ficar massageando seu bichinho para distrai-lo nesse meio tempo. Depois é só enxaguar com água morna e pronto.

Infusão de poejo (“hortelãzinho”)

Prepare uma infusão de poejo para seu cachorro e deixe esfriar um pouco. Você pode passar um pano umedecido nessa infusão pelo seu cão, ou banhá-lo nela. Uma opção também é borrifar a infusão pelo animal.

Você pode achar poejo em lojas de produtos naturais.

Medicações contra pulga

Existem vários produtos no mercado, de várias marcas e preços. Alguns são pílulas, outros são aperitivos-medicamentos, e ainda há aqueles que são líquidos e devem ser oferecidos ao seu cachorro por meio de uma seringa. Também existe a coleira antipulga, e por aí vai.

Como já dissemos, é melhor conversar com um veterinário de sua confiança para escolher a opção mais indicada para seu cãozinho.

A coleira antipulga perde seu efeito depois de alguns meses e precisa ser trocada. É bastante funcional para alguns cãezinhos.

Gostou da matéria? Esperamos que as dicas tenham ajudado! Comente outras sugestões que você conheça e compartilhe com seus amigos.